URBANASVARIEDADES.BLOGSPOT.COM

O modo long-play do Urbanascidades, desde 02.02.2012.
Blog cultural e artístico de produção coletiva. Seja um colaborador enviando artigos, cronicas, poemas, contos, ensaios e qualquer outro tipo de manifestação artística literária ou cultural. Não avaliamos ou censuramos textos, a anarquia e a contestação são incentivadas, dentro do politicamente correto. Discriminações, agressões, palavrões e outros "ões" ofensivos não serão aceitos.
Por que Long Play? Versão mais "cool", para ser saboreada ao som de um "smooth jazz", com textos que aprofundam os temas, para Urbanautas que tem um tempinho a mais.

Envie as suas produções para urbanascidades@gmail.com.

domingo, 29 de abril de 2012

artigo - A Profecia Celestina

Dizem que alguns livros modificam a vida da gente. Desde muito cedo desenvolvi o hábito da leitura, iniciando pelos quadrinhos, os grandes livros da literatura gaúcha, brasileira e universal no periodo de estudante, revistas e jornais e leituras diversas ao longo de minha vida.

Mas foi um livro indicado por minha sogra/mãe, que já não se encontra conosco, a Bernice, um divisor de águas em minha vida. Passava por um momento muito delicado em minha vida, profissional e pessoalmente, e esta leitura me fez entender o mundo e a mim, e tem sido inspiração para a maior parte do que escrevo e para totalidade do que vivo.

Este é um livro obrigatório para todos os interessados em esoterismo, e para os descrentes também, pois explica muito do que acontece em nossas vidas e o que o futuro nos reserva. Acredito que muitos aqui o leram ou já ouviram falar dele, mas quero garantir que todos o conheçam, porque o conteúdo dele é riquíssimo e sempre será atual. É por isso que selecionei tres textos de admiradores e estudiosos do livro e sugiro que assistam o filme. O livro chama-se "A Profecia Celestina", primeiro romance do escritor americano James Redfield, publicado em 1992, alcançando rapidamente a posição número 1 da lista de best-sellers do jornal New York Times, tendo ficado mais de três anos na lista dos mais vendidos. Em 1996 foi indicado como o livro de maior vendagem em todo o mundo (tendo sido o segundo mais vendido em 1995). Em maio de 2005 contabilizou 20 milhões de exemplares vendidos e traduzidos em 34 línguas. Um filme foi realizado em 2006 sobre este livro.

PROFECIA CELESTINA
Acid pediu para que eu escrevesse um post sobre o formidável livro de James Redfield, A Profecia Celestina, talvez porque eu tenha dito a ele que este livro MUDOU minha vida. Sim, em 1994, na tarde de um domingo, ao terminar a leitura iniciada no sábado, senti-me uma nova pessoa. É como se nada daquilo fosse novo, como se já trouxesse aqueles conhecimentos dentro de mim e, à medida que ia lendo, corroborava certas concepções.

Para aquelas pessoas com um certo conhecimento esotérico, com muitos "livros nas costas", talvez este tenha sido apenas mais um, todavia, àquelas curiosas, cujas mentes estão começando a desabrochar para este tema, o livro é um achado! Imaginem quantas pessoas estiveram, à mesma época, unidas, interagindo, em virtude das informações postas à luz? Quantas ampliaram seus horizontes e mudaram a forma de agir, passando a fazer a diferença no meio em que vivem.

Não, não vou falar nada da estória do livro, mas, pensei em relatar as principais idéias, dispostas pelo autor ao longo de nove visões. Para quem ainda não leu este best-seller, vale a pena comprá-lo na livraria mais próxima!

Na primeira visão temos a consciência de que não há coincidências. Somos chamados a prestar atenção a tudo o que acontece, todas as sincronicidades. Quantas vezes já não exclamamos: "Que coincidência!" ? É como se estivéssemos em determinada sintonia e, nela, ouvíssemos tudo o que estivesse tocando. Não necessariamente com os ouvidos. Parece que quanto mais tempo sintonizados, mais forte é a música que escutamos, mais freqüentes se tornam as sincronicidades.

"Ao nos conscientizarmos da coincidência estamos nos sintonizando com o mistério do princípio fundamental da ordem no universo"
A segunda visão é como que um prolongamento da primeira. Observamo-nos dentro de um contexto histórico, as coincidências querem nos mostrar algo.

"A Segunda visão é a consciência de que nossa percepção das misteriosas coincidências da vida é uma ocorrência histórica significativa"
O Universo é pura energia. A Terceira Visão nos passa a idéia de que tudo é energia e nós somos co-criadores, mediante nossos pensamentos, dessa energia. Ensina que, ao admirarmos a beleza, seja na natureza ou pessoas, ao nos esforçamos para ver o belo em tudo, elevamos nossa energia, como se a consciência da energia a fizesse aumentar.

"Quando nos transferimos para uma vibração mais alta, as mensagens tendem a chegar mais rapidamente. Quando usamos nossos dons e habilidades com a intenção correta, as coisas vêm até nós"
A Quarta Visão trata da competição que há entre nós, pela energia, mesmo inconscientemente. "A Quarta Visão é a consciência de que os seres humanos, com freqüência, rompem sua ligação interior com essa energia mística. Em decorrência disto, temos tido a tendência de nos sentirmos fracos e inseguros, e com freqüência procuramos nos reerguer sugando a energia de outros seres humanos".

"A Quinta Visão é a experiência da ligação interior com a energia divina, e como ela expande nossa perspectiva de vida"
A Sexta Visão retrata os dramas de controle, ou seja, as artimanhas que podem ser usadas para adquirir energia de outrem. Há o intimidador, o distante, o interrogador e o coitadinho de mim (vítima). São posturas adotadas pelas pessoas, predominando, geralmente, uma dessas sobre as demais. Esses dramas de controle se baseiam no medo - que é energia negativa - e, quando nos conscientizamos do nosso, temos a chance de transformá-lo, combatê-lo, fortalecendo a nossa ligação com a energia interior.

"A Sétima Visão é a conscientização de que as coincidências têm nos conduzido o tempo todo à realização da nossa missão e à busca da nossa questão vital básica". Devemos entrar na corrente, fazendo o que gostamos, seguindo a intuição.

"A Oitava Visão é a consciência de que a maior parte das sincronicidades tem lugar através das mensagens que nos são trazidas por outras pessoas e que uma nova ética espiritual com relação ao semelhante estimula essa sincronicidade".

"A Nona Visão é a consciência de como a evolução se dará se vivermos as outras visões. (...) À medida que a evolução prosseguir, o crescimento sincronístico elevará nossas vibrações ao ponto em que penetraremos na dimensão da vida após a morte, fundindo essa dimensão com a nossa e encerrando o ciclo nascimento/morte".

A repercussão de A Profecia Celestina demonstra como um maior número de pessoas está buscando uma maneira de evoluir, com a intenção de melhorar-se para ajudar o mundo a progredir.

É um livro ótimo, principalmente se após a sua leitura esforçamo-nos para colocar em prática cada ensinamento, cada lição. Acredito que seja esse esforço individual e, ao mesmo tempo, coletivo, que está ajudando na transformação do mundo, especialmente nesses últimos anos.

Texto publicado em saindo da matrix


Os 9 Insigths da Profecia Celestina

por Helena Gerenstadt - gerenstadt@terra.com.br

1º MASSA CRÍTICA
"A Primeira Visão é a visão do despertar. Contemplamos nossa vida e percebemos que existem mais coisas acontecendo do que imaginávamos. Além das nossas rotinas e desafios do dia-a-dia, podemos detectar a influência do elemento divino: "coincidências significativas" que parecem estar nos enviando mensagens e nos conduzindo a uma direção particular. No início apenas vislumbramos essas coincidências enquanto passamos rapidamente por elas, praticamente sem notá-las. Finalmente, porém, começamos a diminuir a velocidade e examinar mais de perto esses eventos. Receptivos e alertas, somos mais capazes de detectar o evento sincronístico seguinte.

2º O AGORA MAIS LONGO
"A Segunda Visão é a consciência de que nossa percepção das misteriosas coincidências da vida é uma ocorrência histórica significativa. Depois do colapso da visão de mundo medieval, perdemos a segurança oriunda da maneira como a Igreja explicava o universo. Por conseguinte, há quinhentos anos atrás, decidimos coletivamente nos concentrarmos em dominar a natureza, em usar nossa ciência e tecnologia para nos acomodarmos no mundo. Pusemo-nos então a criar uma segurança secular destinada a substituir a certeza espiritual que perdêramos. Para nos sentirmos mais seguros, sistematicamente afastamos e negamos os aspectos misteriosos de vida no planeta. Fabricamos a ilusão de que vivíamos num universo totalmente explicável e previsível, no qual eventos acidentais não tinham nenhum significa.

3º UMA QUESTÃO DE ENERGIA
"A Terceira Visão descreve nossa visão do universo como energia dinâmica. Ao contemplarmos o mundo que nos cerca, não mais podemos pensar que tudo é composto de substância material. A partir das inúmeras descobertas da física moderna e da crescente síntese com a sabedoria do oriente, estamos começando a perceber o universo como um vasto campo de energia, um mundo quântico no qual todos os fenômenos estão interligados e respondem uns aos outros. A partir da sabedoria do pensamento oriental, sabemos que temos acesso a essa energia universal. Podemos projetá-la para fora com nossos pensamentos e intenções, influenciando nossa realidade e a realidade dos outros."

4º A LUTA PELO PODER
"A Quarta Visão é a consciência de que os seres humanos com freqüência rompem sua ligação interior com essa energia mística. Em decorrência disso, temos tido a tendência de nos sentirmos fracos e inseguros, e com freqüência procuramos nos reerguer sugando a energia de outros seres humanos. Fazemos isso tentando manipular ou dominar a atenção dos outros. Quando conseguimos conquistar à força a atenção de uma pessoa, somos impulsionados pela energia dela, o que nos torna mais fortes mas enfraquece a outra pessoa. Com freqüência os outros se rebelam contra essa usurpação da sua força, gerando uma luta pelo poder. Todos os conflitos do mundo têm origem nessa luta pela energia humana."

5º A MENSAGEM DOS MÍSTICOS
"A Quinta Visão é a experiência da ligação interior com a energia divina. Ao explorar e seguir nossa divindade interior, podemos estabelecer um contato pessoal com um tipo de experiência chamada mística. Em nossa busca deste estado alterado, distinguimos entre a descrição intelectual desta consciência e a consciência em si. Sob este aspecto, aplicamos certas medidas experimentais que indicam que estamos em conexão com esta energia espiritual. Por exemplo, sentimos o corpo leve? Sentimos uma leveza nos pés? Experimentamos uma intensificação da percepção como cores, aromas, sabores, sons e um senso de beleza mais vívidos? É esta conexão com a energia total que resolve todos os conflitos. Não mais precisamos da energia dos outros."

6º ESCLARECENDO O PASSADO
"Quanto mais permenecemos ligados, mais tomamos consciência dos momentos em que perdemos a ligação, geralmente quando estamos sob tensão. Nestes momentos, podemos perceber nossa maneira particular de roubar energia dos outros. Tão logo nos tornamos conscientes das nossas manipulações, nossa ligação torna-se mais constante e podemos então descobrir nosso caminho de crescimento na vida, bem como nossa missão espiritual, o modo pessoal pelo qual podemos contribuir para o mundo."

7º ENTRANDO NA CORRENTE
"A Sétima Visão é a conscientização de que as coincidências têm nos conduzido o tempo todo à realização da nossa missão e à busca da nossa questão vital básica. Dia a dia, contudo, nosso crescimento se dá através do entendimento e do acompanhamento das questões menos importantes que se originam nas nossas metas mais amplas. As respostas sincronísticas são oriundas de muitas fontes: dos sonhos, devaneios, pensamentos intuitivos, e, com maior freqüência, de outras pessoas que se sentem inspiradas a nos trazer uma mensagem."

8º_Consciência
A Oitava Visão é a consciência de que a maior parte das sincronicidades têm lugar através das mensagens que nos são trazidas por outras pessoas e que uma nova ética espiritual em relação aos outros estimula essa sincronicidade. Se não competirmos energeticamente com as outras pessoas, e permanecermos ligados a energia mística interior, podemos elevar a vibração dos outros coma nossa energia, focalizando a beleza em cada rosto, enxergando o gênio superior de cada indivíduo com quem entramos em contato. A energia que transmitimos ao eu superior conduz a outra pessoa a uma consciência mais plena de quem ela é e do que está fazendo, aumentando a possibilidade de que uma mensagem sincronística possa ser comunicada. Elevar as vibrações dos outros é especialmente importantes quando interagirmos com um grupo, uma vez que toda a energia do grupo penetra naqueles que se vejam intuitivamente estimulados a falar.

9º A Cultura Emergente
A Nona Visão é a consciência de como a evolução se dará se vivermos as outras oito visões. À medida que a sincronicidade aumenta, somos elevados a níveis cada vez mais altos de vibração de energia. Alem disso, à medida que formos conduzindo à nossa verdadeira missão, mudaremos de profissão, vocação ou criaremos nosso próprio negócio para podermos trabalhar no campo que mais nos inspirar. Para muitos, este trabalho será automatizar a produção de bens e serviços básicos: alimentos (além de produzirmos a nível individual), abrigo, vestuário, meio de transporte, acesso aos meios de comunicação e recreação. Esta automação será sancionada porque a maioria de nós não mais concentrará na indústria nossa vida de trabalho. Não haverá abuso no acesso desses bens porque todos estaremos sincronisticamente seguindo nosso caminho de crescimento e consumiremos apenas o necessário.


Resumo do livro e filme de James Redfield:
“A Profecia Celestina”

As Nove Visões

1 Estamos redescobrindo que vivemos em um mundo profundamente misterioso, repleto de coincidências repentinas e encontros sincronizados que parecem ser frutos do destino.

2 Quando o maior número de pessoas despertarem para este mistério, então criaremos uma nova visão de mundo – redefinindo o universo enquanto energia e como sendo sagrado.

3 Descobriremos então que tudo ao nosso redor, toda a matéria, consiste e deriva de uma energia divina que estamos começando a ver e a compreender.

4 A partir desta perspectiva, podemos ver que os seres humanos sempre se sentiram inseguros e desconectados desta fonte sagrada, e têm tentado roubar energia através da dominação uns dos outros. Esta luta é a responsável por todo o conflito humano.

5 A única solução é cultivar uma reconexão pessoal com o divino, uma transformação mística que nos preenche com uma energia ilimitada e com amor, aumenta nossa percepção da beleza, e nos eleva a uma maior percepção de si próprio, a uma maior Consciência.

6 Com esta consciência, podemos nos libertar de nosso velho padrão de controle e descobrir uma verdade específica, uma missão, estamos aqui para compartilhar e evoluir a humanidade para este nível de realidade.

7 Na busca por essa visão, podemos descobrir uma intuição interior que nos mostra aonde ir e o que fazer; e se fizermos apenas interpretações positivas, isso traz um fluxo de coincidências que abre as portas para a nossa missão se desenrolar.

8 Quando o número suficiente de pessoas entra nesse fluxo evolutivo, sempre doando energia ao eu-superior de todos aqueles com quem nos encontramos, nós criaremos uma nova cultura onde nossos corpos evoluem a níveis superiores de energia e percepção.

9 Deste modo, participamos na longa jornada da evolução desde o Big Bang ao objetivo final da vida: energizar nossos corpos, geração por geração, até que possamos caminhar a um paraíso que podemos finalmente perceber.

Raquel G. Rosa



Para concluir, o trailer do filme" A Profecia Celestina".


2 comentários:

Expedito Gonçalves Dias disse...

Gostei dos comentários seus e de seus convidados acerca d"A Profecia Celestina de Redfield. Eu o li em 98 e em seguida o livro complementar com meus 3 filhos, que hoje assumiram suas vidas, cada qual dentro daquilo que procuraram realizar.
Muito bom, serve de guia para que outras pessoas possam ler e fazer bom uso dos ensinamentos...
Grande abraço, Paulo.

Carmen Troncoso disse...

Hola Paulo
Lo buscare, ese libro no lo conozco, es cierto que algunas lecturas son muy importantes para nuestras vidas, que tengas una hermosa semana,
Un abrazo feliz,
Carmen Troncoso

As matérias de opinião publicadas neste blog são livremente inspiradas em pesquisas na internet e em bibliografias diversas. As imagens são da internet e de outros blogs. O urbanasvariedades valoriza e respeita o direito de propriedade mas eventualmente não é possível determinar a autoria destas imagens. Caso acidentalmente ocorra a omissão ou seja citada incorretamente a autoria, entre em contato para que possamos efetuar as correções.
Os textos produzidos pelos colaboradores são de inteira responsabilidade dos mesmos.